Notícias

BOICOTE A EMPRESAS DE SAÃDE

10/09/2004 - Folha On Line

Médicos de São Paulo ameaçam estender boicote

Em assembléia realizada na noite desta quinta-feira, os médicos de São Paulo decidiram excluir a seguradora SulAmérica do boicote --iniciado em 30 de julho-- a empresas de saúde e ameaçaram incluir na lista outras oito empresas de medicina de grupo.
A decisão de excluir a SulAmérica foi tomada depois que a empresa resolveu alterar os valores da consulta pagos à categoria --de R$ 24 para R$ 34. A exclusão deve beneficiar cerca de 1,5 milhão de segurados, que estavam sendo obrigados a pagaram pela consulta.
A empresa também aceitou implantar a Classificação Brasileira Hierarquizada de Procedimentos Médicos (CBHPM), que incorpora novos procedimentos à lista já existente.
Na assembléia desta quinta-feira os médicos também decidiram dar o prazo de uma semana para que oito empresas de medicina de grupo apresentem nova proposta nos valores pagos aos médicos para evitar que também sejam atingidas pelo boicote.
As empresas advertidas ontem são Intermédica, Amico, Samcil, Interclínicas, Amesp, Blue Life, Avicena e Medial.
Os médicos já haviam decretado boicote às seguradoras Marítima, Unibanco, Notredame, Porto Seguro, Bradesco Saúde e AGF Brasil.
Segundo a associação, a cidade possui cerca de 39 mil médicos. Participaram da reunião de ontem 218.