Notícias

CIDADÃS POSITHIVAS EXIGEM MAIS RESPEITO

17/05/2004 - Agênica Aids

I Fórum Brasileiro das Cidadãs PositHIVvas

“Antes de sermos mulheres soropositivas, somos cidadãs, mães, avós e somos, sobretudo, mulheres brasileiras e exigimos respeito. O HIV é fruto de nosso amor, de nosso sexo e de nosso descuido. A maioria de nós contraiu o vírus de nossos parceiros fixos”. Esta foi a fala de Beatriz Pacheco, presidente executiva do Grupo Cidadã PositHIVva, durante a abertura do I Congresso Brasileiro de Prevenção da Transmissão Vertical do HIV e outras DST e do I Fórum Brasileiro das Cidadãs PositHIVvas, que acontece em João Pessoa, PB, de 16 à 19 de maio.
Betariz Pacheco exigiu mais respeito por parte dos médicos com as mulheres soropositivas e contou que em Porto Alegre, cidade em que vive, nenhum médico quis atender uma fratura exposta que sofreu. Quando encontrou um que aceitasse lhe tratar teve que pagar um adicional pelo risco. Ela lembrou que esses mesmos doutores que evitam atender os sosropositivos por medo de contrair o vírus, fazem sexo sem preservativo.
A Paraíba foi escolhida para sediar o Congresso devido ao pioneirismo que o estado tem na área de prevenção à Transmissão materno-infantil. Desde 1997, o Hospital Lauro Wandreley da Universidade Federal da Paraíba desenvolve um trabalho com gestantes HIV Positivas, coordenado pelo obstetra Otávio Soares Pinho Neto. Em 2002, o trabalho do Hospital universitário deu origem ao I Serviço de Assistência Especializada Materno-Infantil em Hospital Escola do país. Para Otávio Valente, Presidente Executivo do Congresso, este encontro poderá possibilitar padronizar as ações e políticas para erradicar os casos de transmissão da Aids de mães para seus filhos. O governador do Estado, Cássio da Cunha Lima, reafirmou o compromisso da Paraíba na luta contra a AIDS e, parabenizou o trabalho do Coordenador Estadual de DST/Aids Dr. Ranulfo Cardoso. Ao final de sua fala, ele convidou as ativistas, integrantes do grupo Cidadã PositHIVva para subirem ao palco. Animadas com o convite do Governador, as mulheres soropositivas ocuparam o palco e estenderam a bandeira do Grupo –uma faixa pintada a mão durante as oficinas de capacitação de mulheres portadoras do HIV para mulheres portadoras do HIV, financiado pelo Programa Nacional de DST/Aids do Ministério da Saúde, em 2001.
Participaram da mesa de abertura do I Congresso Brasileiro de Prevenção da Transmissão Vertical do HIV e outras DST e do I Fórum Brasileiro das Cidadãs PositHIVvas, o Governador da Paraíba, Cássio da Cunha Lima, Otávio Soares Pinho Neto, Presidente Executivo do Congresso e coordenador do I SAE (Serviço de Atendimento Especializado) Materno Infantil, Beatriz Pacheco, presidente executiva do Grupo Cidadã PositHIVva, Ricardo Pio Marins, coordenador adjunto do Programa Nacional de DST/Aids, Dr. Luiz Aureliano de Carvalho Filho, representante do Ministro da Saúde, Dra. Gerusa Figueiredo, Coordenadora do Programa Nacional de Hepatites Virais, Prof. Jader Nunes de Oliveira, Reitor da Universidade da Paraíba, além de representantes dos secretários de Saúde de João Pessoa e da Paraíba.
O I Congresso Brasileiro de Prevenção da Transmissão Vertical do HIV e outras DST e do I Fórum Brasileiro das Cidadãs PositHIVvas tem o patrocínio do Program nacional de DST/Aids do Ministério da Saúde e das Coordenações Estadual e Municipal de DST/Aids.