Notícias

CNBB E GOVERNO LANÃAM CAMPANHA

22/10/2009 - Folha Online

Para estimular testes de Aids e sífilis

Uma campanha que incentiva a população a fazer teste para detectar precocemente o vírus HIV foi lançada nesta quinta-feira (22) pelo Ministério da Saúde em sua sede em Brasília, em parceria com a CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil).

Além de testes de Aids, a campanha também vai estimular gestantes a realizarem testes de sífilis, buscando evitar a transmissão para o bebê.

De acordo com a CNBB, os 13 mil voluntários da Pastoral da Aids estão diretamente envolvidos na campanha, que acontece inicialmente em cinco capitais brasileiras (Manaus, Fortaleza, João Pessoa, Curitiba e Porto Alegre), em fase experimental.

Também vão se juntar a eles 260 mil voluntários da Pastoral da Criança e 80 mil da Pastoral da Saúde, diz a entidade.

Acompanhamento

"Quem tiver o exame com resultado positivo será encaminhado para o acompanhamento em centros de referências que serão estabelecidos em cada cidade do país", explicou o assessor nacional da Pastoral da DST/Aids, frei Luiz Carlos Lunardi. "As pessoas que não estiverem infectadas serão orientadas a continuar com o cuidado".

A Pastoral da Aids, que tem dez anos de existência, já discutia a formação da campanha há um ano. A campanha informa que assegura o aspecto do sigilo nos testes.

O Ministério da Saúde atuará especialmente na "infraestrutura", o que inclui postos de saúde com equipamentos e profissionais, além da criação de peças publicitárias.

Na cerimônia oficial de lançamento na tarde de hoje, estiveram presentes o ministro da Saúde José Gomes Temporão; o secretário geral da CNBB, dom Dimas Lara Barbosa; e o bispo referencial da Pastoral da Aids, dom Eugênio Rixen.