Notícias

CIDADE DO MÃXICO LANÃA CAMPANHA

09/10/2007 - EFE

Para estimular gays a fazer exames de aids

Organizações sociais, com apoio do Governo do México, deram início hoje à campanha "Você também tem que fazer o teste", cujo objetivo é promover a realização de exames anti-HIV entre os homossexuais da Cidade do México.
Numa entrevista coletiva, Víctor Manuel Espíndola, diretor-geral da "Agência de Notícias sobre Diversidade Sexual" (Anodis), disse que, até 1º de dezembro - Dia Mundial de Luta contra a Aids -, quando termina a campanha, serão distribuídos 40.000 postais, 2.500 cartazes e dois mil folhetos sobre a importância da realização de exames para a detecção do HIV, o vírus causador da aids.
A distribuição deste material, assim como de 10.000 preservativos, acontecerá em lugares freqüentados pela comunidade homossexual e por homens que mantêm relações sexuais com outros homens sem se enxergarem como gays, como boates e os últimos vagões das linhas 1 e 7 do metrô da capital.
Espíndola frisou que a campanha é necessária porque, segundo o Registro Nacional de Casos de Aids, até 30 de junho de 2007, o México registrava 112.830 casos de pessoas com aids, 83% dos quais referentes a homens.
Além disso, estima-se que aproximadamente 186.000 mexicanos convivem com o HIV, muitas deles sem saber.
O representante da "Anodis" frisou que a campanha espera estimular 300.000 mil gays e profissionais do sexo da Cidade do México a realizar o exame.