Toque de Mulher

Atividades destinadas às mulheres que vivem e/ou convivem com o HIV/AIDS.

O Núcleo consiste em um espaço especialmente voltado ao universo feminino, onde as integrantes poderão conversar, tirar dúvidas, trocar experiências, criar novas amizades. Enfim, um espaço totalmente das mulheres.

Principais objetivos:

Buscar fortalecer, através de diálogos em grupo, as mulheres na descoberta da infecção;
Fortalecer o vínculo de amizade;
Promover a troca de experiências que fortaleçam as mulheres no enfrentamento da doença;
Promover o conhecimento dos direitos da mulher quanto cidadãs soropositivas;
Estimular a atuação do controle social em busca de melhores serviços de saúde;
Acompanhamento no tratamento da doença.

Atividades

O Núcleo se propõe a promover atividades – internas, voltadas para seus membros soropostivos ou não; e externas, dirigidas a todos os interessados na busca desses objetivos que ampliem seu raio de ação.

Você

Se você se interessa por nossas atividades e está alinhada com nossos objetivos, entre em contato conosco.

Reuniões

As reuniões são voltadas às mulheres soropositivas ou não, que, de alguma forma, estão envolvidas com a questão do HIV/AIDS e tem interesse nas atividades do Núcleo e na promoção da melhoria da qualidade de vida das soropositivas.

Confira dias e horários:
2 vezes por mês - Quinta-feira das 16:00 às 18:00

Para maiores informações, entre em contato com o GIV através dos telefones (11) 5084-0255 e (11) 5084-7465 (atendimento 14h às 22h de 2ª a 6ª feira).

A sede do GIV fica na Rua Capitão Cavalcanti, 145 - Vila Mariana - São Paulo/SP

Publicações relacionadas ao projeto Toque de Mulher

Flores Vermelhas

Um livro sobre o cotidiano do ativismo de mulheres posithivas.

Fotografia e Feminino - Um Olhar Sobre Nós

Este boletim faz parte do Toque de Mulheres, um projeto desenvolvido pelo GIV, com o objetivo de contribuir para o fortalecimento de mulheres vivendo com HIV/Aids.

Dossiê Mulheres com HIV/AIDS

Este dossiê busca contribuir para a redução de uma importante lacuna identificada nos campos da pesquisa, ativismo e políticas públicas da AIDS: a discussão sobre a qualidade de vida das mulheres vivendo com HIV.